sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Quem inventou o amor???


Ontem conversava com um muito querido meu, ex-namorado e grande amigo. Há alguns meses adotei o hábito de pegar no pé dele, puxar a orelha pra valer, dizendo tudo que antes - enquanto éramos namorados - eu tinha vontade de falar e não o fazia por medo de perdê-lo.

É estranho, bacana e ao mesmo tempo surpreendente ver uma frase colocada no perfil do orkut se concretizar: "...o amor muda de status, mas permanece na essência." A leveza que o amor pode adquirir quando alguns pré-conceitos se vão e algum tempo se passa é algo impagável, porém, infelizmente, pouco compreendido e aplicado. As teorias são muitas. Gente arrotando aos quatro ventos que é liberal, que tem cabeça aberta, que isso ou aquilo, mas pouco se vê no concreto. O que mais testemunhamos, ainda, é a imbecilidade imperando. Pessoas policiando, fiscalizando e sentido-se donas da vida de quem 'dizem' amar. "Quem ama cuida!" tem até comunidade no orkut numa tentativa de justificar o bichinho do ciúmes.

Mas Lady, você não é ciumenta? Sim, sou humana. Acho que a emoção dos sentimentos é comum a todo o ser humano, o que nos diferencia é a forma como lidamos com isso e a maneira com que valorizamos cada coisa na nossa vida. E há muito tempo eu decidi não dar tanta importância aos meus ataques de ciúmes, colocando em prática minha própria teoria de ser leal e não necessariamente fiel.

Receita de bolo? Estou longe de ter, mas a minha fórmula de encarar essa emoção chamada ciúme tem dado certo. E não pensem que não amo, porque sou extremamente visceral, sentimental com força...kkkkkkkkkkkk

Hoje pela manhã, falando com outro muito muito querido, meu Monstrinho, larguei uma das minhas pérolas em forma de insight: "sou visceral e tudo que me desperte essa profundidade, me conquista." Mas é verdade. Não sou morna e detesto isso. Vivo a vida com intesidade, me jogo, enfio o pé na jaca se for preciso, mas experimento tudo ao menos uma vez na vida (essa é pra MariaPos).


E o que é melhor nessa vida do que o amor, minha gente? Seja amor pelos filhos, pelos pais, pelos amigos, por si mesmo, pelo trabalho, por ele, por ela, por eles...? Quem inventou o amor, seja Deus, seja o nome que for, é um gênio irretocável. Que sentimento mais contraditório, didático e delicioso! Só se é pleno amando.


E é por isso, Jon Jon, que eu te dedico esse post. Primeiro porque meu amor por ti é verdadeiro e sabes disso. Segundo, porque se realmente a ama (sabes de quem estou falando), viva isso com intensidade e se permita trilhar caminhos desconhecidos, sem neuras e sem achar que 'sabe o que vai acontecer'. Deixe a vida te levar e abra seu coração pra valer.


O Cara que inventou o amor saberá te conduzir da melhor forma. Dê a cara a tapa, sofra, ame, seja amado, seja leveeeee, seja feliz, honey! Não tenha medo de ser piegas, ridículo (como a imagem do post, escolhida a dedo...rs), babão. O resto todo é aprendizado e crescimento... e eu estou sempre aqui! ;-)


"... que seja eterno enquanto dure!"

5 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. De cada amor, temos a singular escolha de perdermos um pedaço de nós. O coração (ou aquilo que ele representa) é o que não cansamos de dar/perder. Já falei que teu coração é maior que teu eu(para não dizer outras partes pudentes).

    Te amo, e tu sabes bem.

    ResponderExcluir
  3. Tive a oportunidade de conhecer o meu escravo! Foi junto com sorte, sei que estou satisfeita agora! E quero aprender muito! Vi que você pensa como eu! O amor nos faz crescer muito! É piegas de falar, mas é verdade e ainda faz o bichinho querer ser surdo pra não ouvir! Parabéns! Espero que possamonos continuar falando!

    ResponderExcluir
  4. Boa Tarde Senhora..

    Gosto da forma leve e direta que escreve seus textos..Realmente o ciume é um sentimento dificil de lidar e que cada um deve administrá-lo da melhor forma para que não se perca uma relação inteira por causa disso..
    Convido-A Senhora a conhecer o Blog das escravas de meu Dono, Mestre K@.. http://reinodeka.blogspot.com/... Ficaríamos muito honrados com Sua presença por lá e felizes se nos adicionasse na Sua lista de Blogs recomendados.

    Com respeito me despeço, deixando-Lhe um respeitoso abraço

    karla { K@ }

    ResponderExcluir